Atividades

Seminário Abordagem Topológica da Presença do Analista

Lacan se dedicou à topologia do nó borromeano como um “esforço pedagógico” (seminário Les non-dupes errent, lição III), visando elucidar a práxis psicanalítica na sua função de construção do saber inconsciente como saber no Real. Ele afirma: “O discurso analítico é bem o nó borromeano” (seminário Les non-dupes errent, lição VI).

Há uma verdade entre corpo e estrutura na escrita do nó borromeano. Essa escrita demonstra o impossível da linguagem, demonstração que só é possível a partir de uma verdade enunciada da qual se extrai o dizer do analista como saber no Real.

Colocamos algumas questões de trabalho ao seguirmos a via desse esforço pedagógico:  Como a escrita do nó ‘bô’ nos transmite a matemática da clínica – significante letra? Como essa escrita nos mostra o semblant de ‘a’ como uma construção de lalangue?

Como entender a consistência imaginária do saber no Real, suportada pelos elos do nó, na função de esvaziamento e não de evidência?

 

Frequência: mensal, às terças-feiras
Horário: 20:30
Local: Aleph – Escola de Psicanálise
Datas: 20 mar.; 24 abr.; 22 maio; 26 jun.; 21 ago.; 25 set.; 23 out.; 20 nov.

Coordenação
Arlete Campolina