Atividades

Encontros de Topologia aos Sábados

Sabe-se que, desde 1953 –  “Discurso de Roma” –, Lacan referia-se à topologia como estrutura do ser falante. Com os grafos e os esquemas, a relação de lugares sempre esteve presente em seu ensino e em seus escritos.

Em 1962, no seminário A Identificação, a topologia foi tomada como estrutura propriamente dita e entrou definitivamente no ensino lacaniano.

As superfícies – orientáveis e não orientáveis – interessam-nos, sobretudo, porque nelas podem ser traçadas linhas, linhas de cortes, que engendram novas superfícies. Esse é um grande achado para a clínica e propicia uma nova leitura para o aforismo “um significante é aquilo que representa o sujeito para outro significante” – o sujeito tomado como “infinitamente plano”. Nesses encontros, estudaremos os cortes possíveis e propostos  em cada superfície, assim como a elaboração formalizada para cada um deles.

Frequência: alguns sábados do primeiro semestre, em datas a serem confirmadas, sendo a primeira 10 mar.
Horário: 10:00 às 12:00
Local: Aleph – Escola de Psicanálise
Atenção: os interessados devem entrar em contato com a coordenação.

Coordenação
Maria Augusta Friche

E-mail: semincina@aleph.psc.br