Atividades

Psicose

A proposta do espaço para este ano é dar continuidade à investigação de 2020, colhendo os elementos fundamentais do trabalho de Solal Rabinovitch a propósito da psicose, à luz da experiência clínica e da arte.

Esta empreitada visa estabelecer bases atuais para a leitura que a Escola faz dos impasses e progressos no tratamento da psicose. Revisitaremos o problema da transferência na psicose, o alcance da ideia de foraclusão como transestrutural, a questão dos “casos impuros” e a capitalização dos diagnósticos.

Trabalharemos aos sábados, às 10h30, em calendário a ser divulgado oportunamente.

Coordenação
Grace Simões
José Eugênio Gomes
Raul Max da Costa