Atividades

Semincina?

Na sequência do trabalho de seminário/oficina, propomos, para 2018, pinçar passagens do seminário L’insu qui sait de l’une bévue s’aile a mourre*.

Desde o seminário R.S.I., Lacan dizia que haveria de se tomar cada consistência dos registros como  toros. Esse modo de enodamento se encontra em algumas passagens do seminário Le sinthome.

É, no entanto, no L’insu… que a topologia de superfícies foi conjugada à topologia dos nós, com importantes elaborações sobre a estrutura subjetiva.

Debateremos, inclusive, quais seriam as questões que teriam levado Lacan a retomar as superfícies orientáveis e as não orientáveis nesse tempo de seu ensino e que se seguiram no seminário O momento de concluir.

Prosseguiremos com as discussões que enodam teoria e práxis, incluindo  nossos trabalhos de oficina, que nos têm levado a aproximarmos de “uma boa escrita” das superfícies e dos nós, que detectam pontos de Real, pois esses pontos ultrapassam as belas e intrigantes imagens que nos fazem cair no engodo. É preciso passar da terceira dimensão à escritura, sem nos furtarmos a sermos levados pela errância implicada nesse trabalho.

*Referimo-nos ao nome do seminário em francês, para que possamos, em nossos encontros, ocuparmo-nos de sua possível tradução e dos jogos de palavras do título, com suas indicações clínicas.

 

Frequência: mensal, às sextas-feiras
Horário: 17:30
Local: Aleph – Escola de Psicanálise
Datas: 16 mar (a confirmar).; 27 abr.; 25 maio; 29 jun.; 24 ago.; 28 set.; 26 out.; 23 nov.

 

Coordenação
Maria Augusta Friche

E-mail: semincina@aleph.psc.br